Ensino

facebooktwitter_2youtube

Home Notícias Promovendo a Inclusão
Promovendo a Inclusão

 Para promover a inclusão de discentes com necessidades específicas, servidores do Campus passam por capacitação

IMG_1385_-_CopiaCom o objetivo de promover a inclusão de alunos com necessidades específicas, o IFSULDEMINAS - Campus Poços de Caldas, desde 2016, vem realizando capacitações para os servidores. A iniciativa é uma ação conjunta do Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Especiais (NAPNE), Setor de Assistência ao Educando (SAE), pedagogas, diretoria e coordenadoria de Ensino e do projeto “Calendário Social no Cotidiano Escolar”.

Dando início às atividades de 2017, o NAPNE e o SAE convidaram a professora do Campus Muzambinho e coordenadora do NAPNE de lá, Ieda Kawashita, para, na tarde do dia 15 de março, auxiliar os servidores do Campus Poços na preparação de aulas, didática e no plano de ensino para os alunos com necessidades específicas.

Para a professora e palestrante Ieda Kawashita, o resultado da palestra foi muito positivo. Segundo a docente, deveriam ser realizados mais eventos sobre o assunto, pois é assim que ocorre a inclusão. Na opinião da professora do Campus Poços de Caldas, Lorena Boechat, a palestra, além de enriquecedora, possibilitou uma troca de experiências. Afirmou também que esses encontros servem para ajudar os docentes a terem mais didática na sala de aula.

De acordo com a coordenadora de Ensino do Campus Poços, a professora Luciana Nascimento, os próximos encontros de capacitação serão organizados pelas pedagogas Berenice Santoro e Andrea Marrafon. “As oficinas terão um perfil prático, para os professores pensarem como eles podem adaptar as atividades propostas pelo plano de ensino de acordo com as necessidades dos alunos. Todos os docentes que atuam em cursos em que existem discentes com alguma deficiência irão participar dos encontros e os outros professores estão convidados também a pensarem atividades, como transformar o currículo quanto às atividades específicas de sala de aula: avaliação, aumentar o tempo para o aluno copiar, trazer algum slide que tenha recursos para o aluno compreender, será bem prático”, comentou. Luciana destacou que, se for o caso, já na matrícula os pais podem fazer a indicação de que os filhos passam por acompanhamento psicológico ou se já vêm tendo dificuldade no aprendizado. O SAE faz o primeiro contato com esses pais e alunos e, se necessário, encaminha para o NAPNE, que conta com psicóloga e pedagogas. Havendo necessidade, busca-se ainda profissionais externos.

Confira, em nossa página no Facebook, as fotos da palestra da professora Ieda!

Fotos e texto: Carollina Nunes (estagiária) 
Revisão: Daniel Aroni
Ascom/IFSULDEMINAS - Campus Poços de Caldas
29/03/2017