facebooktwitter_2youtube

Home Notícias Nos Estados Unidos
Nos Estados Unidos

Professora do Campus conta sobre experiência na Northern Virginia Community College.


Visita__Hylton_High_SchoolA professora de Língua Inglesa do IFSULDEMINAS – Campus Poços de Caldas, Helenice Nolasco Queiroz, voltou recentemente de um curso de nove semanas (de 16 de janeiro a 18 de março) na Northern Virginia Community College (NOVA), no estado americano da Virginia.

A professsora Helenice participou de um programa de Teaching English to Speakers of Other Languages (TESOL), um treinamento para professores que ensinam inglês como uma segunda língua ou como uma língua estrangeira. O curso fez parte de um programa de capacitação para professores da Rede Federal de Educação, criado através de uma parceria entre a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e a NOVA. Helenice foi selecionada por meio de um edital lançado em 2016 no site da CAPES, aberto à participação de docentes de todo o Brasil. Outras duas professoras do IFSULDEMINAS também foram selecionadas: a professora Carolina Ribeiro de Abreu (Campus Passos) e a professora Simea Paula Ceballos (Campus Carmo de Minas).

O curso nos Estados Unidos foi realizado de 16 de janeiro a 18 de março.  Os workshops diários aconteceram no campus da NOVA na cidade de Woodbridge e as observações de aula foram realizadas em outros campi em cidades próximas, como Alexandria, Annandale e Loundon. A Northern Virginia Community College é a segunda maior community college nos Estados Unidos, com mais de 75.000 alunos.

Helenice é professora de Língua Inglesa no IFSULDEMINAS – Campus Poços de Caldas desde fevereiro de 2013, lecionando atualmente nos cursos técnicos em Eletrotécnica e Informática integrados ao Ensino Médio. Na entrevista abaixo, ela nos conta um pouco do que foi essa recente experiência nos EUA. Confira!

Visita_ao_CapitlioAscom: Como foi essa formação, Helenice? O que você estudou lá na NOVA?

Helenice: Lá participamos de workshops de metodologias atuais de TESOL, como: Task-Based Language Teaching (Ensino de línguas baseado em tarefas); Teaching Reading and Writing, Listening and Speaking (Ensino das habilidades de ler e escrever e ouvir e falar em inglês); Project-Based Language Teaching (Ensino de línguas baseado em projetos); English for Specific Purposes (Inglês para fins específicos); Business English (Inglês para negócios); uso de tecnologias no ensino de inglês; ensino de pronúncia; abordagem de aspectos culturais no ensino de inglês; avaliação de proficiência; adaptação de materiais. Além dos workshops, fizemos também observações de aulas de diferentes níveis e focos no American Culture & Language Institute (ACLI). O ACLI é um centro de ensino e aprendizagem de língua inglesa e cultura americana existente na NOVA, que recebe alunos do mundo todo e os prepara, tanto para o uso do inglês no dia a dia, quanto para o ingresso em cursos de graduação. Lá pudemos, não só observar as aulas, mas também tivemos a oportunidade de realizar co-teaching, que consistia em participar das aulas, ensinando e auxiliando os alunos dos cursos. Ainda tivemos 20 horas de atividades culturais, que nos levaram a conhecer e refletir sobre a história e a cultura norte americana. Fizemos passeios em vários museus e locais históricos nas redondezas de Washington D.C. Visitamos diversos museus e monumentos no National Mall, o Marine Corps Museum, o Smithsonian Air & Space Museum, Mount Vernon (casa de George Washington), assistimos e aprendemos sobre o Super Bowl, assistimos a uma peça de teatro e fomos a um jogo de basketball da NBA. Além disso, visitamos o local do primeiro assentamento britânico na América do Norte, chamado Jamestown, assim como a cidade de Williamsburg, que foi capital da colônia da Virginia. 

Ascom: vocês tiveram que apresentar algum trabalho final? Sobre o que foi o seu trabalho?

Helenice: Sim. Em grupos pequenos, escrevemos e apresentamos um trabalho final em que discutimos nossas expectativas em relação ao curso, refletimos sobre nossa realidade de ensino de línguas nos nossos institutos e apresentamos uma proposta de implantação dos conhecimentos adquiridos durante a realização dos workshops. O meu grupo era composto pela Carolina Spósito do IFSULDEMINAS e pelos professores do IFMG, Rafael Moraes, Raquel Faria e Silvia Penna. Nós elaboramos um projeto de ensino de criação de um Yearbook Online, que buscava desenvolver o aprendizado da língua inglesa no ensino médio através da realização de projetos, do uso de tecnologias e com a reflexão sobre aspectos culturais da cultura norte americana. 

Professoras_IFSULDEMINASAscom: que você aprendeu com essa experiência? 

Helenice: Aprendi uma infinidade de coisas. Aprendi mais sobre a cultura e história americanas, que é um componente importante no ensino e aprendizagem de línguas. Aprendi um pouco sobre o sistema educacional dos EUA e pude compará-lo com o do Brasil. Através dos workshops que tivemos lá, aprendi sobre técnicas, atividades e enfoques novos que podem ser adaptados e aplicados nas minhas aulas no Instituto. E finalmente, além de ganhar experiência acadêmica (uma vez que agora tenho um certificado de TESOL), ainda ganhei mais uma experiência de vivência internacional, o que contribui para meu crescimento pessoal.  

Ascom: Acredita que todo esse aprendizado contribuirá bastante para as suas aulas de inglês aqui no Campus?

Helenice: Certamente! Já estou utilizando o material adquirido nos EUA (livros e jogos), assim como implementando algumas ideias e atividades que vi por lá nas minhas aulas nos cursos integrados. 

Ascom: E o que você achou dessa vivência? Foi algo muito gratificante para você?

Helenice: A oportunidade de fazer todas as atividades do curso, tanto acadêmicas quanto culturais, foram extremamente gratificantes para mim. Além do crescimento pessoal proporcionado por uma vivência no exterior, me senti muito valorizada e renovada enquanto profissional. Acredito que o programa SETEC-CAPES/NOVA seja um investimento importante na formação do professor de língua inglesa. Tenho esperanças de que esse tipo de oportunidade, extremamente valiosa para professores do ensino básico, seja oferecida para outros docentes de línguas da rede pública de ensino. 

   camera face_icone_transparenteConfira aqui todas as fotos da Profa. Helenice nos EUA!

 

Fotos: Profa. Helenice Nolasco
Texto: Daniel Aroni
Ascom/IFSULDEMINAS - Campus Poços de Caldas
06/04/2017